3 de outubro de 2012

Amamentar: a primeira vez


A propósito da Semana Mundial do Aleitamento Materno, recordo os momentos que tive com os meus três filhotes.

Como mãe de primeira viagem estava um pouco assustada com as histórias que ouvira de bebés que não mamavam, que não pegavam no peito da mãe. Ouvia relatos em que o leite não era bom, enfim, uma parafrenália de preocupações.

Marquei uma consulta pré-natal com uma pediatra. Queria saber tudo o que teria de fazer nos primeiros dias, já que a primeira visita à pediatra depois do nascimento seria apenas ao fim de uma semana.

E se alguma coisa corresse mal nessa primeira semana? Se o bebé não mamasse? Se eu não tivesse leite suficiente? Se, se e se. Tantos se’s cheios de preocupações!

Tive muita sorte com a minha pediatra. Uma senhora muito experiente mas com os olhos no futuro. Sempre a par das últimas investigações científicas na área da pediatria, não fosse ela também investigadora nesta área.

Explicou-me que o normal é as mães terem leite. O normal é o leite ser bom e adequado ao desenvolvimento do bebé. O leite vai-se alterando ao longo do tempo para ter a composição correcta e necessária a cada etapa do desenvolvimento dos nossos bebés.

Mas se eu não tiver leite suficiente?
As mães têm leite suficiente, desde que bebam bastante água. Não se pode dar leite sem beber água. A maioria das mães que não têm leite suficiente é porque não bebem água. Não se pode produzir um líquido sem se ingerir água.

E se o meu leite não for bom?
O leite materno é bom e adequado ao desenvolvimento do bebé. O importante é a mãe comer bem. Não saltar refeições, fazer uma alimentação equilibrada, com todo o tipo de alimentos. Um pouco de cada variedade. À partida não há alimentos proibidos.

E se o bebé não mamar?
Os casos em que os bebés não mamam, não conseguem mesmo pegar na mama são raros. Aí, deverá contactar um médico ou enfermeiro que a poderá orientar. Estes casos são raríssimos.
O normal é os bebés mamarem. A mãe terá apenas de beber bastante água e alimentar-se correctamente. E claro, estar disponível para o bebé.

Afinal foi um descanso. A miúda mamou eu tive uma sede de morte. Nem conseguia amamentar sem uma garrafa de água ao lado. Bebia a toda a hora e sempre durante a amamentação.

Sei que por vezes há  problemas. Há bebés que não conseguem mamar. A causa mais comum é o mamilo da mãe estar para dentro e o bebé não o conseguir agarrar. Para estes casos há uns mamilos de silicone que se vendem na farmácia e resolvem o problema. Também servem para utilizar quando a mãe tem os mamilos gretados e evitar que a boca do bebé entre em contacto com o mamilo.

O problema mais grave e também o mais raro é quando o bebé não consegue a sucção. Por não ter força, ou por não perceber o que tem de fazer. O que quer que seja. Estes são os raros casos em que não se consegue amamentar. Nos outros casos, com muita vontade e paciência, conseguimos!

1 comentário:

  1. Também morria de sede enquanto amamentava. Cheguei a beber 5 litros num dia ;)

    ResponderEliminar

Digam de vossa justiça!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...