28 de março de 2015

Fazer as malas



Quanto tempo demoram a fazer as malas?
Eu demoro uma eternidade. Esta é mesmo uma tarefa que detesto. Já tenho alguns truques que em ajudam e muito!
Faço listas com tudo o que é necessário de forma a não ter de pensar e lembrar-me de milhares de detalhes.
Mesmo assim, com três crianças em histeria não é nada fácil. Passo mais tempo a ralhar com eles, a separar as suas zaragatas do que propriamente a arrumar as coisas.
O pior é que perco o fio à meada e já não sei o que estava a fazer antes de ser interrompida pela milésima vez! Conhecem a sensação?

A miúda já gosta de compor o seus looks e escolhe cada conjunto ao ínfimo pormenor. Cada peça combina com todas as outras que irá vestir no mesmo dia. Fica horas nisto! Vai-me entretanto perguntando, qual o casaco que fica bem aqui?






26 de março de 2015

Lanidor: Um sonho de Primavera


O vento sopra forte tornando os dias frios.
Eu já só sonho com os dias quentes onde poderei usar estar roupas frescas da Coleção Spring Summer 2015 da Lanidor.

Olho para esta imagem e vejo-me num jardim, deitada a ler um livro, enquanto escuto o doce chilrear dos pássaros.
Na cesta tenho uma maçã e garrafa de água. Tudo o que preciso para uma tarde de verdadeiro relaxamento.

25 de março de 2015

Cuidado com o vento

Pela autoestrada a tentar controlar a trajectória do carro.

O vento leva-o a ceder de de lado.

Desta vez tive mesmo receio de não o conseguir manter direito.

24 de março de 2015

Conversas lá de casa #10

Impossível não ficar bem disposta, mesmo nos momentos mais difíceis!

[filho]- Mamã, sabes que as avós vão dormir cá hoje?
[eu] - Sei, fui eu que as convidei.
[filho 3] - Foi porque morreu uma pessoa.
[filho 2] - Não se diz morreu, é faleceu!
[filho 3] - Morreu! É morreu!
[filho 2] - É faleceu. Não se deve dizer morreu que as pessoas ficam tristes.


Família reunida


Em casa, a família reunida.
Infelizmente não pelas melhores razões.
A querida tia J. deixou-nos. Partiu a escassos dias de completar os 90 anos.
Continua linda, com uma pele que parece ter vinte!
Agora mais serena que nunca. Eu fico com as lembranças e uma enorme saudade.
Saudade do colo que me acolheu, das histórias que contava e das suas hilárias saídas.

As lembranças ficam para sempre. A saudade também.
Mas sei que está em paz. Teve uma vida cheia.
Viveu em vários países, teve filhos, netos e bisnetos.

Avó, agora ficas a última representante desta grande família de 14 irmãos. A segunda mais nova e a única que resta.
Tenho de aproveitar a tua companhia enquanto ainda posso. Temos de aproveitar o tempo que nos resta.

20 de março de 2015

Dó Ré Mi

Final de tarde ao som de lindas melodias.
Haverá melhor forma de terminar a semana?

Eclipse solar

Eclipse Solar
Já tive a sorte de ver vários eclipses solares. Todos parciais. Este é total mas só a partir do Ártico. Em Portugal o eclipse será parcial.

Os miúdos já estiveram a ver. Apontámos a câmara de filmar e olhámos para o ecrã. Arranjámos assim uma forma indirecta de ver o que não podemos olhar directamente.

Atenção! Não olhem para o sol, nem mesmo com óculos escuros!
Nunca é de mais relembrar pois as lesões na retina são permanentes.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...