17 de setembro de 2014

Violetta: ou não!


Estou cheia de orgulho na minha filha!
Nos últimos dias fiquei a saber que pais, mães, tios e tias, padrinhos e madrinhas, correram para a Fnac, passaram horas em pé, sem comer, sem beber, para comprar bilhetes para o primeiro concerto da Violetta em Portugal... No próximo ano!

A minha filha sabe quem é a Violetta, mas não vê, nem quer ir ver a Violetta ao vivo! Acha piroso! Eu também acho piroso as Violettas e Annas Montanas da vida. Nunca lhe disse mas não estimulei a ver. Da mesma forma que nunca lhe ofereci uma Barbie e um dia a miúda volta-se para mim e pergunta:
- Mamã, gostas da Barbie?
- Porque perguntas, querida?
- Porque eu não gosto!

Yes! sem nunca lhe dizer que acho as ditas bonecas uma piroseira, consegui que não ficasse com esse vício. Brincou (e ainda brinca) com Pollys, Little Pet Shops, Legos, puzzles mas nunca gosto de Barbies. Os gostos educam-se. Eu tentei educar os dela (e os deles também) sem saber bem qual seria o resultado. Sempre poderia ser eu contra o mundo mas tentei. Ofereci Legos, puzzles, livros. Brinquei com ela. Ensinei a fazer puzzles e Legos, li os livros. Nunca ofereci uma Barbie nem liguei a televisão na Violetta.

Poderia não ter resultado. Mas resultou. É mais um estimulo para continuar a educar os gostos cá por casa. A incentivar os jogos criativos e educativos.


4 comentários:

  1. Olá Paula, isto dos gostos ainda vai mudar muito não vai ser sempre tudo como tu gostas, não cantes já vitória, hahahahaha.
    Em relação á Violetta os pais é que fazem filmes, eu comprei os bilhetes no dia seguinte pela net em casa, não foi preciso ir para fila nenhuma nem ficar horas sem comer, as pessoas adora esta coisa de passar horas na fila para dizer que foi um sacrifício, …. enfim.
    As minhas gostam da violetta como quase todas as meninas da mesma idade mas vão porque eu posso e porque o fizemos questão de elas fossem. Elas não pediram nada mas sabiamos que iam gostar de ir. Além disso fica de presente de Natal ou de aniversário, já que a Madalena faz anos 2 dias antes do tal concerto. Isto não invalida que não façam outros jogos, que não brinquem a outras coisas como a tua, há tempo para tudo.
    Um beijinho

    Maggie

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei que os gostos podem mudar Maggie.
      Mas, não criticando quem o faz, não ofereço este tipo de entretenimento aos meus filhos.
      Não é questão de PODER ou não, é mesmo questão de NÃO QUERER.
      Não pretendo que goste deste tipo de evento, para isso estimulo com programas de outro tipo.
      Continua a ser uma miúda brincalhona e divertida (escrito pelos colegas de turma nas dedicatórias de final de ciclo), que contagia os outros com as suas gargalhas.
      Mas, NÃO GOSTA da Violetta! E eu, fico muito FELIZ com isso! :)

      Eliminar
  2. Isto faz-me pensar que os pais ainda vão nestas ondas de histerismo em relação a Violettas e afins, pelo que no futuro, quando estas crianças forem adolescentes, e vier cá a boysband do momento, vão acampar dias e noites ao frio se for preciso.

    Gostei da política educativa que reina aí em casa!

    ResponderEliminar
  3. Eu comprei os bilhetes para a Violetta pela internet. Não tive de ir para filas (felizmente) .
    As minhas filhas gostam muitoooo da Violetta, era uma tristeza para elas se não fossem ao concerto. Lá lhes fiz a vontade... Afinal se elas gostam...O que se à de fazer?! Coisas de mãe

    ResponderEliminar

Digam de vossa justiça!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...