18 de junho de 2013

Não sou feita para desistir

Esta talvez seja a frase que melhor me define.
A vida tem-me pregado muitas partidas. Como se forças superiores me quisessem colocar à prova. Tenho passado muitas dificuldades a vários níveis. Uma infância e adolescência difíceis, que não me levaram para a droga ou alcoolismo mas antes que fizeram agarrar aos estudos com uma enorme vontade de chegar a ser alguém na vida. Consegui ser esse alguém. Ter muito sucesso e reconhecimento na vida profissional. Constituir família.
Não fosse eu ficar demasiado arrogante com o que tinha atingido, a vida decidiu colocar-me à prova novamente. O desemprego duplo, meu e do meu marido, que chega quase ao mesmo tempo, precisamente durante a licença de maternidade do nosso terceiro filho.
Neste momento sentimos que nos tiram o chão debaixo dos pés. Se ao terceiro filho já temos o receio e nos questionamos em como vamos conseguir educar, sustentar 3 crianças, tendo os dois emprego, ao ficarmos os dois desempregados, posso dizer que dá medo. Muito medo.
Ainda assim não desistimos. Procurámos emprego que não encontrámos. Criámos o nosso próprio posto de trabalho. Com a crise que se seguiu tornou-se num descalabro financeiro. Terminamos o processo ainda com mais dívidas.
Vivemos muitos dias de aflição. Eu tive muito medo de perder a casa. De ficar com os meus 3 filhos na rua.
De um dia para o outro tivemos de os tirar do colégio onde sempre estiveram. Sem qualquer preparação. Literalmente de um dia para o outro. Sofri muito por eles. No fim eles adaptaram-se muito bem. Estão felizes nas suas novas escolas públicas. Mostraram que também são fortes, que se adaptam às dificuldades da vida. Que herdaram os nossos genes, ou que lhes soubemos passar os nossos valores. São uns lutadores e uns vencedores. E eu fico muito feliz com isso.
Tive um revés que mudou tudo e que contei aqui. No dia antes do Natal ofereceram-me um emprego, numa empresa de vão de escada é certo, em que até tinha medo que não me chegassem  a pagar o ordenado, para no último dia do ano me enviarem um e-mail a dar o dito por não dito, numa esquiva mentirosa que me insultou. Preferia muito mais que me tivessem dito: mudámos de ideias. Tão simples quanto isso.
Passei o Ano Novo com um balde de água fria em cima. Isso deu-me ainda mais vontade de dar a volta. De fazer algo diferente.
A pesquisa de emprego não estava a resultar. Eu tinha de procurar algo diferente. Fui ao fundo do baú procurar outras competências que nunca tinha usado a nível profissional. Encontrei o que nunca esperei. Comecei a cozinhar e a fazer bolos para fora. Descobri que mesmo em alturas de crise, a comida é o que ninguém pode dispensar. Mesmo em alturas de quebra de consumo, todos têm de comer todos os dias e várias vezes ao dia. E mesmo em alturas de crise há quem ainda tenha emprego e ganhe dinheiro. E são estas pessoas que têm emprego e dinheiro que não têm tempo. Não têm tempo para as coisas básicas da vida como cozinhar ou fazer um bolo. São estas pessoas que têm de dedicar as 24 horas do seu dia a manter o seu emprego. E descobri serem estas as pessoas dispostas a pagar a alguém que tem tempo, vontade, dedicação e bom gosto para fazer um prato delicioso para uma festa de família, ou um bolo para uma ocasião especial.
Desde Janeiro que me tenho dedicado a esta nova arte. Recebi muito em troca: quer o pagamento pelo meu trabalho, quer muito reconhecimento pelo que faço. Recebi muitos parabéns, muitas pessoas me disseram que o que fazia era delicioso.
Foi um novo alento na minha vida. Uma nova energia em mim. Fui novamente reconhecida pelo meu trabalho, ainda que num trabalho diferente. Voltei a ganhar dinheiro, ainda que não o suficiente para pagar uma renda.
Por isso, posso dizer a todos os desempregados: não desistam! Procurem algo diferente. Todos servimos para alguma coisa, ou para muitas coisas. Procurem algo diferente e alguma coisa há-de surgir. As peças irão encaixar-se, como para mim.
Depois de começar a ter sucesso numa nova arte, a vida deu-me um grande presente. Ofereceu-me novamente uma enorme dádiva. Deu-me a oportunidade de voltar a trabalhar! Um novo emprego na minha área! Numa altura como esta, o que mais podia desejar?
Estou mil vezes grata à VIDA por mais esta oportunidade.
Prometo aproveitá-la com unhas e dentes!
São nestes momentos que sinto que algo superior me pôs à prova. Deu-me uma dificuldade enorme, para ver como reagia. Outros no meu lugar desistiram, caíram, suicidaram-se. Eu lutei, com todas as minhas forças! Tentei poupar os meus filhos às dificuldades, na medida do possível. Sabiam que não tínhamos dinheiro mas nada lhes faltou. Nem comida nem diversão. Passeios, brincadeiras, estarmos juntos não tem preço. Continuaram a divertir-se. Fizeram novos e fantásticos amigos nas escolas novas. São crianças felizes.
Eu, mais uma vez provei à vida que Não sou feita para desistir!

22 comentários:

  1. Um testemunho fantástico para aqueles de nós que sofremos, sem ter sequer metade dos teus problemas. Bom, cada um - digo eu, lá sofrerá à sua maneira os seus problemas. Digo isto aqui, publicamente, como agradecimento por teres partilhado este história, porque tenho passado muito maus momentos na vida, também por questões profissionais. Queriam mandar-me embora, mas tentaram da forma errada e agora fazem-me a vida num inferno. Devem estar à espera que eu desista. Depois tive outros problemas: mortes na família, doenças que nunca mais terminam, o fim do noivado numa fase em precisava de tanto apoio, enfim... não vale a pena queixar-me mais. Mas de facto, se conseguirmos fazer frente aos desafios que a vida nos manda, vamos ficando mais fortes não é verdade?
    O mundo anda todo às avessas, pela ganância e ambição de alguns. Se não formos nós, que percebemos isso, a dar a volta, esta guerra não acaba. Mas eu estou confiante que vai ter um fim, para quando não sei. Mas há que ter força e ser muito optimista, isso sem dúvida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso mesmo Filomena, sê optimista e nunca desistas!

      Eliminar
  2. Que bom ouvir isso!! Parabéns pela nova conquista mas mais ainda por seres assim. Corajosa, lutadora até ao fim. A recompensa chegou :)
    Boa sorte e desejo sinceramente que dias felizes assim continuem a chegar.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pelo seu testemunho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por estarem desse lado e apoiarem-me!

      Eliminar
  4. A palavra que me ocorre ao lêr este texto tão sentido é RESPEITO! Muito respeito por este percurso, pela persistência e pela perspectiva optimista mesmo perante a adversidade! Já está na hora da merecida recompensa! Tudo de bom e muito obrigada pela lição de vida... Por vezes precisamos destas 'ajudas' para relativizar certos 'problemas'.

    Kisses
    MSM

    cluelessbyfashion.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Já está tudo dito, apenas te posso desejar muito boa sorte nesta nova aventura.
    Bjs e tudo de bom

    ResponderEliminar
  6. Lindo!
    Concordo contigo, e faço disso o meu lema, desistir não é o caminho!
    bjs

    ResponderEliminar
  7. Ler isto pôs-me com um enorme sorriso de felicidade nos lábios!!! Se há alguém que eu achava que merecia uma reviravolta daquelas na vida eras tu -sem que te conheça de parte alguma, só de ler aqui os teus desabafos, e mesmo por sentir a cada linha aquilo que aqui dizes: não desistes, persistes. Por isso, aos meus olhos, tu és aquela pessoa que merecia que a vida lhe desse um presente, uma alegria grande. Ainda bem que assim foi, mesmo, nem imaginas o quanto fiquei contente por saber disto. Cada pessoa é como é, e eu sendo uma daquelas pessoas que já nasceu desistente - não sou suicida, atenção!!! - gosto de ver recompensadas as pessoas que mantém a fé, a esperança. Que boa noticia que deste, o meu dia ficou muito mais alegre, sério.
    http://fashionfauxpas-mintjulep.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo apoio sentido!
      Acredita e tu também darás a volta!

      Eliminar
  8. ...a vida tem-te posto à prova, e de que maneira!
    Parabéns pela mulher especial e lutadora que és. Um abraço apertado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Sofia!
      A vida não pára de nos por à prova, não é?
      Mas nós nunca desistimos!

      Eliminar
  9. Adorei este post!!!! E muitos parabéns!!!!! Mulheres com garra é o que precisamos e saber dar a volta e não olhar a parte negativa mas levantar a cabeça e seguir em frente!!!!! Continue e acredite sempre!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Isaal!
      O vosso apoio também me ajuda muito!

      Eliminar
  10. Fiquei tão, mas tão FELIZ!!! Parabéns e tudo de bom :D

    Kiss kiss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!
      Pelo apoio e pelos comentários!

      Eliminar
  11. Descobri o seu blog ontem, e estou a gostar da partilha, mas este post tocou-me especialmente no coração! Fico feliz que correu bem, muitos parabéns, por tudo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada!
      Às vezes ajuda-nos sabes que outros também têm problemas e têm de lutar para os ultrapassar!
      Os comentários de apoio são uma enorme ajuda!

      Eliminar

Digam de vossa justiça!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...